Não ter o filho e ser mãe: o filho sai do ventre, vai para o mundo e jamais deixará de existir. A maternidade continua viva e conectada à presença silenciosa, e à memória, ressignificando a ausência.

submenu midia

submenu videos

submenu publicacoes

submenu depoimentos

submenu reflexoes

submenu agenda

submenu links

OPfolder