VIDEOS

ENTREVISTA RÁDIO ITATIAIA – PROGRAMA OBSERVATÓRIO – 4 de janeiro de 2015 OUVIR AUDIO DO PROGRAMA OPINIÃO MINAS – Perdas irreparáveis – Rede Minas – 01 de dezembro de 2016 < JORNAL MINAS – Lei proíbe open bar – Rede Minas – 05 de maio de 2016 < PROGRAMA CONEXÕES: espiritualidade e cotidiano – TV…

Denise Monteiro

Conheci o API no momento mais difícil que já enfrentei na vida, seis dias após a partida da minha querida mãe, Cida Monteiro.Pensei que nunca iria conseguir sobreviver sem minha amada, amiga, companheira. Pensei que na minha vida nunca mais caberia alegria e risadas gostosas.Pensei que não iria aguentar tanta dor e saudade. Pensei que jamais teria ganhos…

Débora maia

Cheguei ao API, 21 dias após a morte do meu filho, certa que a vida havia se transformado em um buraco negro que consumiria toda a energia que já nem existia.Nos encontros do API descobri que não estava só. Que meu sofrimento era compartilhado por outras pessoas e que juntos era possível prosseguir na jornada…

Solange França

Ontem, fez exatos 40 dias sem a minha querida Leca, mas foi a primeira vez, desde que tudo começou que pude ter a serenidade de volta e conseguir dormir…ter participado da reunião do API ontem, foi como eu tivesse recebido a graça de Deus na minha vida novamente.Diante de todos aqueles relatos que ouvi, foi…

E a vida continua

Por: Letícia Barreto –      A vida clama por sentido. Quando somos abalados por uma perda, por uma tragédia, há um momento muito doloroso em que tudo parece ter perdido o sentido, a razão de ser. O inesperado, o que não devia acontecer, abala e aponta um longo caminho para lugar nenhum.      Algumas pessoas…

Kovács

Como a nossa sociedade atual cala o luto, cabe aos profissionais engajados no processo de reumanização da morte abrir espaço para a expressão da dor e do sofrimento, numa atmosfera acolhedora, não compactuando com o silenciamento e o abafamento trazidos por uma sociedade que fala sobre ser forte, discreto e não incomodar. Um ouvido disponível…

Gláucia

O luto não é depressão e pode ser elaborado, não no isolamento, e sim com a construção responsável de redes de apoio. Gláucia R. Tavares

Agostinho

As lágrimas… elas descem e eu as deixo fluir como convém, fazendo delas uma almofada para o meu coração. Nelas, ele descansou. Agostinho, Confissões, IX,12

Rossana Lívia Dias Pereira

O API tem sido para mim, uma escola onde sou a maior parte do tempo aluna, e às vezes professora. Pois, após a morte de minha linda filhinha Lorena, de apenas 1 ano  e sete meses de idade. o API é onde encontro força para continuar a viver.

Missão

Restabelecer conversações com enlutados que não se encorajam a expressar ou deixaram de fazê-lo por se sentirem censurados. Manter o sentido da nossa própria vida, amando e trabalhado por um projeto.